O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), ao abrigo da legislação recentemente aprovada, contratou seis médicos especialistas, havendo ainda mais alguns em avaliação. Os médicos especialistas contratados dois anestesiologistas, um cardiologista, um ginecologista/obstetra e dois ortopedistas.

Em comunicado, o CHTS explica que “se trata, fundamentalmente de médicos que se encontravam a colaborar com o centro hospitalar em modo precário e que agora passam a assumir colaboração definitiva com particular enfoque na colaboração no Serviço de Urgência”.

Os profissionais de saúde “são fundamentais para que os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) possam corresponder às necessidades das populações que servem”. Neste sentido, com a contratação destes especialistas, “são reforçados os cuidados prestados à população do Tâmega e Sousa”.

A contratação surge ao abrigo do Decreto-Lei n.º 50-A/2022, de 25 de julho, que estabelece o regime o regime remuneratório do trabalho suplementar realizado por médicos em serviços de urgência.

O CHTS informa que “em breve iniciarão ainda funções vários outros médicos especialistas, ao abrigo do concurso de colocação recentemente concluído e, onde pela primeira vez no CHTS, além de várias outras especialidades, são contemplados a Genética e a Medicina do Trabalho, num caminho cada vez mais robusto de resposta às 500 mil pessoas da nossa área de influência”, conclui.