Em Celorico de Basto, a árvore e o mercadinho de Natal vão ser inaugurados a 16 de dezembro, junto à Casa da Terra.

Este mercadinho vai estar aberto ao público, com animação permanente e a presença de 12 expositores locais, até dia 24 de dezembro, informa um comunicado da autarquia.

Desde esta quinta-feira, dia 8 de dezembro, que está disponível ainda a Aldeia Natal, uma instalação de miniaturas de edifícios emblemáticos do concelho, produzida pelos funcionários da câmara municipal.

No concelho, a época natalícia de 2022 vai ter “mais atividade e menor consumo de energia”. O município e as juntas de freguesia decidiram, de forma conjunta, “reforçar as atividades de animação e uma redução significativa da iluminação decorativa”. Este acordo conjunto vai permitir “dar uma resposta à crise energética global, promovendo uma poupança significativa no investimento em iluminação decorativa para esta quadra natalícia, bem como no consumo de energia elétrica”

Em todo o concelho, apenas os edifícios religiosos e elementos simbólicos vão ser iluminados, sendo que a aposta do município foi na realização de atividades para a dinamização da economia e apoio ao comércio local.

Além das medidas específicas desta quadra natalícia, vão ser também adotadas outras propostas de eficiência energética, como a redução do fluxo da iluminação de toda a Ecopista, a instalação de reguladores horários em todos os jardins e espaços públicos e ainda o corte total durante alguns períodos da noite, em locais onde seja possível realizá-lo sem prejuízo das condições de segurança.

Para José Peixoto Lima, presidente da autarquia, “esta é uma medida simbólica, mas necessária pela realidade atual, mas também como preparação para o futuro, que será cada vez mais exigente do ponto de vista do cumprimento de boas práticas ambientais”. “Congratulo todos os presidentes de junta pelo acordo alcançado, que permitirá ao concelho ter, nesta matéria, uma coerência em todo o seu território”, disse.

“Esta redução na iluminação decorativa não significa que abdiquemos da magia do Natal, ou da dinamização económica e apoio ao comércio local – pelo contrário. O programa de animação da quadra Natalícia será o maior de sempre, com a dinamização de um mercadinho de Natal, a dinamização cultural e de soluções criativas de decoração que mantenham o nosso concelho apelativo para a população local e todos os que nos visitam, envolvendo as coletividades e promovendo os nossos artistas e os produtos locais”, concluiu.