Uma estrutura turística e promocional vai ser instalada no Parque de Lazer do Choupal, em Pedorido, concelho de Castelo de Paiva, com a abertura do Núcleo de Experiências Turísticas do Couto Mineiro do Pejão pela Câmara Municipal de Castelo de Paiva. 

Situado em instalações criadas para o efeito, o projeto “trata-se de uma estrutura amovível, constituída por dois corpos distintos: um de forma quadrada, que funcionará como espaço de recepção aos visitantes, de promoção de espólio mineiro, e de promoção e demonstração de produtos locais, alojamento e eventos, e outro, mais oblongo, que fará a demonstração do ambiente no interior de uma galeria mineira, com recurso a técnicas inovadoras de projeção de imagens em 3D, recriação de sons”, explica o município.

Com uma área total da estrutura de 58 m2, a estrutura contempla casas de banho com chuveiro, sendo que, as propostas de acções a desenvolver, no âmbito da exploração do Núcleo de Experiências Turísticas Mineiras do Pejão, englobam a Organização de experiências para venda, como packs promocionais que reúnam alojamento, restauração, actividades lúdico-desportivas, atracções turísticas da região.

A inauguração desta estrutura turística e promocional decorrerá no dia 8 de Maio, com uma cerimónia oficial marcada para as 10h00, contando com intervenções de representantes da UPICK, ADEP, ARCAF, GDC de Pedorido e Câmara Municipal de Castelo de Paiva.

No decorrer da inauguração, decorrerá uma uma exibição de estátuas vivas dedicadas ao tema “ A Família Mineira “, e às 10h30 uma Procissão Solene em honra de Santa Bárbara, desde o Choupal das Concas até à Igreja Matriz de Pedorido, onde será celebrada uma missa pelo Reverendo Tiago Santos, em memória dos Mineiros do Pejão.

Às 12h00 será realizada a bênção do Núcleo de Experiências Turísticas do Couto Mineiro do Pejão, seguindo-se um momento dedicado ao Hino do Pejão e Hino da Santa Bárbara, cantados por mineiros e comunidade local, sendo que a tarde será ocupada com visitas à exposição permanente e visualização de filmes em 2D e 3D.

O projeto de promoção local, “surgiu para dar resposta à necessidade de disseminar o património material e imaterial associado às Minas do Pejão, e em simultâneo, desenvolver ações de promoção, demonstração e disseminação da oferta cultural turística disponibilizada pelo município em todas as suas diferentes valências, designadamente alojamento, produtos agro-alimentares e artesanais, procurando contribuir para o surgimento de novos e inovadores produtos e serviços, promovendo a competitividade do tecido empresarial de Castelo de Paiva, bem como a sua consolidação”.

José Rocha, evidencia “a vontade do executivo municipal em recuperar memórias do tempo mineiro, de forma a potenciar a atratividade turística e trazer visitantes ao concelho”, considerando, ainda que “o turismo é um sector fundamental para dinamizar a economia local e alavancar oportunidades de negócio, e atrair investimento para o território”.

Com esta iniciativa, o município pretende “avançar com um conjunto de propostas de atividades interpretativas e de estratégias de envolvimento da comunidade a implementar território mineiro”, sendo certo que, conforme refere a Vereadora da Cultura, Liliana Vieira, “o centro de experiências mineiras é uma viagem ao passado e à memória daquela que foi a maior extração mineira de carvão do século passado. Esta atividade molda até hoje as gentes de Castelo de Paiva, e por isso, neste centro interpretativo vamos poder encontrar alguns objetos que faziam parte do dia-a-dia do Mineiro do Pejão, quer da vida profissional, quer da parte mais pessoal”.