Decorreu esta sexta-feira, dia 8 de abril, no Salão nobre da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, uma sessão de sensibilização para a importância do turismo de natureza na região do Douro, Tâmega e Sousa, dinamizada pela Associação dos Municípios do Baixo Tâmega, em articulação com a CIM do Tâmega e Sousa e os 11 municípios que integram a comunidade.

A vereadora do Turismo de Castelo de Paiva, Liliana Vieira, considera que “é extremamente importante este tipo de jornadas de divulgação e esclarecimento, porque importa potenciar atividades e negócios, para que Castelo de Paiva possa dar a conhecer as suas potencialidades, através do turismo sustentável e de natureza, os seus recursos endógenos, insistindo no interesse dos projetos orientados para os Percursos Pedestres e relacionados para as temáticas dos rios, serra, vinhas e minas”.

Ricardo Magalhães, Secretário-Geral da AM do Baixo Tâmega realça a importânica destas sessões para a “dinamização das actividades, da plataforma de marcação de reservas, janelas de oportunidades que devem ser aproveitadas, concretamente ao nível da imagem e promoção do turismo da natureza na vasta região do Tâmega e Sousa”, recordando “o interesse de motivar os 11 municípios do Tâmega e Sousa para este projecto de divulgação turística”.

Por sua vez, Ana Moita, da empresa Biosfera, explicou “a importância da sustentabilidade associada ao turismo”, evidenciando “as características do território para garantir uma boa experiência e dinâmicas locais, valorizando espaços diferenciados do território e falando dos três aspectos importantes da sustentabilidade”

A última sessão, que decorreu no âmbito da Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE – Turismo para Todos, liderada pela CIM do Tâmega e Sousa, em parceria com AM Baixo Tâmega, a Ader-Sousa, a Dolmen.pt, a Associação de Municípios do Vale do Sousa – Rota do Românico e a ADRIMAG.