De forma a sensibilizar crianças, jovens, famílias e profissionais de saúde, sobre a utilização segura e prevenção da ciberviolência, a Direção Geral da Saúde (DGS) emitiu recomendações que considera “importantes para garantir às famílias o acesso a estratégias para fazerem a melhor gestão possível das tecnologias à sua disposição”.

“Numa era em que o mundo digital faz, cada vez mais, parte do dia a dia das famílias, a Internet é uma ferramenta essencial para a sociedade”, salienta a DGS acrescentando que as recomendações são uma forma de “atenuar os potenciais riscos de saúde e a promover o uso adequado dos mesmos”.  

As recomendações estão relacionadas com a “limitação do uso dos ecrás e dos media, em consenso com a criança/adolescente, no tempo, no espaço e relativamente a conteúdos adequados para a idade”.  A utilização deve ser acompanhada pelas famílias e principais cuidadores/as e equilibrada com atividade física, contato com a natureza, relações interpessoais “cara a cara de qualidade”.

O Programa Nacional de Prevenção da Violência no Ciclo de Vida (PNPVCV), em colaboração com o Programa Nacional de Saúde Infantil e Juvenil, ambos da Direção-Geral da Saúde (DGS), assinalaram o Dia da Internet Segura a 8 de fevereiro.