A Câmara Municipal de Baião anunciou esta segunda-feira, dia 28 de fevereiro, que disponibiliza quatro alojamentos para acolher refugiados do conflito na Ucrânia, na sequência de um contacto do presidente da autarquia com o Gabinete de Secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira.

“Venho, por este meio, manifestar a V. Exª a nossa solidariedade com a Ucrânia e de nos associarmos a este povo que se encontra num difícil e complexo contexto de guerra. Estamos ainda abertos à possibilidade de cedência doutras instalações mediante necessidade, ainda que venham a carecer de pequenas obras de adaptação”, referiu Paulo Pereira.

As instalações, propriedade da Câmara Municipal, estão disponíveis de imediato e estão devidamente equipadas. Trata-se de dois albergues e de dois apartamentos, de tipologia T3 e T4, informa um comunicado da autarquia.

A autarquia está ainda preparada para estudar outras soluções de acolhimento e de apoio, nomeadamente a abertura de um banco de recolha de bens e alimentos, conforme as autoridades nacionais considerem conveniente.

Na última sessão da Assembleia Municipal de Baião, no passado sábado, os deputados municipais aprovaram por unanimidade um voto de pesar pela invasão da Ucrânia pela Rússia e realizaram um minuto de silêncio pelas vítimas deste conflito.