A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Lousada conquistou o segundo prémio da campanha “Quartel Eletrão”, recebendo cinco mil euros convertíveis em equipamentos de proteção individual.

Os bombeiros de Lousada reuniram 460 toneladas de lâmpadas, 105.660 toneladas de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos e 40 toneladas de pilhas e acumuladores, perfazendo um total de 106,160 toneladas de equipamentos elétricos usados.

O segundo prémio assume um valor de cinco mil euros convertíveis em equipamentos de proteção individual, “constituído pelo fato, luvas, capacete e óculos, fundamentais dado o risco muito grande que os operacionais correm” e, por isso, “tem de haver forma de os proteger ao máximo”, salienta Antero Correia, presidente da AHBV de Lousada.

A esse valor acrescem 7.962 euros, para a compra de equipamentos, acumulados face às quantidades recolhidas.

“A recolha e retirada dos objetos do meio ambiente e a obtenção de alguns benefícios para a associação” foram fatores motivadores da participação na iniciativa que contava com um primeiro prémio “apelativo”, uma viatura de combate a incêndios.

Antero Correia considera a iniciativa “louvável”, porque “apoia os bombeiros e fomenta o empenho da população na ajuda à associação” e, para além disso, é uma “mais valia para” o meio ambiente. “Ao preservarmos o meio ambiente estamos a construir um mundo melhor para o futuro”, acrescenta.

Seguindo o lema ‘Vamos limpar Lousada, ajudamos os bombeiros’, toda a envolvência foi divulgada porta a porta constantemente, garante o presidente, “junto da população de Lousada, assim como dos empresários do concelho”.

A iniciativa tem como objetivo envolver as associações humanitárias dos bombeiros voluntários e as populações circundantes na sensibilização para a necessidade de encaminhar os equipamentos eletrónicos usados, assegurando que são corretamente descontaminados e reciclados.