O município de Cinfães assinou, recentemente, os protocolos para a criação de mais duas Equipas de Intervenção Permanente (EIP) para os bombeiros do concelho.

Uma das equipas vai ser alocada aos Bombeiros Voluntários de Cinfães e outra aos Bombeiros Voluntários de Nespereira, juntando-se às duas já existentes.

Foto: Município de Cinfães

Após homologação dos protocolos pelo Ministro da Administração Interna, o concelho ficará dotado com quatro equipas em regime de permanência, num total de 20 homens e mulheres, com a missão de “assegurar serviços de combate aos incêndios; de socorro à população local em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes; socorro a náufragos; socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré – hospitalar; minimização de riscos em situações de previsão ou ocorrência de acidente grave; e colaboração em outras atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros”.

Em comunicado, a autarquia informa que os custos com estas equipas serão suportados, em partes iguais, pela Câmara Municipal de Cinfães e pela Autoridade Nacional de Proteção Civil.