Os Bombeiros Voluntários de Entre-os-Rios protagonizaram, esta quinta-feira, dia 15 de setembro, um salvamento de uma vítima de quatro patas. Habituados a prestar socorro a pessoas, hoje um dos alertas foi para o resgate de um cão, bebé, que estava preso num buraco de três metros.

José Filipe, comandante dos Bombeiros Voluntários de Entre-os-Rios, contou, em entrevista ao Jornal A VERDADE, que o alerta “foi dado por uma habitante de Entre-os-Rios que mora perto do quartel”, que informou que um cão bebé teria caído a um buraco. “Rapidamente e prontamente colocamos lá um veículo com cinco elementos e avaliamos a situação. Estamos a falar de um buraco de três metros, tivemos de analisar se havia gases ou não. Então, a equipa entrou devidamente equipada, fez o resgate do cãozinho e tivemos um final feliz”, descreveu.

O comandante tem a certeza que se não fossem os bombeiros, “o cãozinho ia acabar por morrer, porque ninguém lhe conseguia chegar. Felizmente correu bem e é como dizemos: todas as vidas contam. Nem sempre conseguimos atingir os objetivos com sucesso, que é salvar todas as vidas, mas desta vez conseguimos. Fizemos o nosso papel”, concluiu.

Sobre a adoção por parte dos bombeiros, o comandante explicou: “não podemos adotar, temos um passado triste com todos os cães que adotamos. Estamos localizados ao lado da variante e já perdemos três mascotes e é uma tristeza”, lamentou.

De acordo com José Filipe, o canil municipal de Penafiel já foi informado sobre esta situação.