A Biblioteca Municipal Albano Sardoeira recebe no próximo sábado, dia 26 de março, pelas 16h00, a exposição biobibliográfica “Maria Eulália de Macedo: Devo à vida o ter tido vida”, evocativa do centenário do nascimento da poetisa de Amarante.

A exposição poderá ser visitada até 25 de maio na Biblioteca Municipal Albano Sardoeira, que está aberta de segunda-feira a sábado entre as 09h30 e 12h30 e as 14h00 e as 18h00.

A escritora Maria Eulália de Macedo nasceu na freguesia de São Gonçalo, a 21 de março de 1921 e durante 22 anos lecionou Educação Moral e Religiosa na Escola Comercial e Industrial de Amarante e na Escola Preparatória de Amarante.

Em 1968, Maria Eulália de Macedo recebeu o Prémio de Manuscritos de Poesia do Secretariado Nacional de Informação pelo livro “Construção de Vento Norte”. “A maior distinção surgiu com a atribuição da Medalha de Honra do Município, no dia em que completou 90 anos”, refere o município em comunicado.

No centenário do nascimento da escritora, foi editado pela Officium Lectionis e com o apoio do Município de Amarante, “O meu chão é de vertigem – obra completa” que reúne os quatro livros de Maria Eulália de Macedo: “Construção no Vento Norte” (1968), “Raízes” (1970), “Histórias de Poucas Palavras” (1971) e “As Moradas Terrenas” (1994).