“Amar Paredes” é o nome do mais recente baloiço construído no concelho. Fica localizado no Parque da Cidade de Paredes, ao lado da Piscina Verde e promete ser o “Baloiço das Festas”, ou seja, o palco de várias atividades que vão decorrer na próxima semana, durante as festas da cidade e do concelho.

Foi construído com a contribuição de seis empresários do concelho da indústria do mobiliário, das serrações, entre outras, numa parceria entre a Associação de Empresas de Paredes – ASEP e o município, num mês “de trabalho árduo”, referiu o presidente da ASEP, Silvestre Carneiro.

“As pessoas em causa foram incansáveis e aqui mostra-se mesmo a boa vontade que os empresários têm para com a sociedade. Foi quase feito em tempo recorde, em 30 dias. Parecendo uma coisa muito simples, tem aqui muita mão de obra”, indicou, lembrando que a ideia foi ser um baloiço “rústico”, de forma a mostrar a “madeira tosca, conforme se fazia há uns anos”.

No local vão decorrer entrevistas e encontros para debater variados temas, durante a próxima semana, de forma a “ajudar na dinamização das festas e das redes sociais do município”, mas o baloiço veio “para ficar”, como explicou a vereadora Beatriz Meireles.

“O objetivo é dar vida à cidade e mostrar que amamos Paredes”, afirmou o presidente da autarquia, Alexandre Almeida. “No fundo, todos os que estiveram envolvidos neste projeto fizeram isto com muito gosto, desde a ideia até ao projetar, ao escolher da madeira, das ferragens… fizeram isto porque amam Paredes. Portanto, foi essa a mensagem que quisemos passar e queremos dar também com isto tudo um miminho a quem visita Paredes de que fique também a gostar um bocadinho mais de Paredes”, completou.

“Tínhamos aqui um espaço que não tinha nenhum obstáculo nesta parte, aproveitamos o enquadramento ao lado da Piscina Verde, que é uma infraestrutura visitada por muitos e, realmente, colocá-lo aqui por forma a que quem visite a Piscina de Paredes veja o slogan do ‘Amar Paredes’ e também venha tirar uma fotografia”, disse o autarca.

“O grande objetivo aqui foi um unir de esforços entre a Associação de Empresas de Paredes e a câmara para fazer um baloiço que mostrasse realmente o esplendor da indústria do mobiliário”, rematou.