O piloto de Baião Vítor Pascoal venceu entre os GT, no fim de semana, na Rampa de Santa Marta.

Aos comandos do Porsche 991 GT3 CUP, chegou ainda ao top 7 absoluto da prova organizada pelo Clube Automóvel da Régua.

Foto: DR

“Foi um fim de semana muito intenso. Primeiro, porque enfrentámos temperaturas muito altas, que nos fizeram sofrer muito fisicamente em todas as subidas. Depois, o Bernardo Garcia de Castro andou muito forte e esteve sempre a pressionar-nos. Ainda bem, pois quando existe concorrência, quem ganha é a modalidade e foi fantástico correr contra ele em Santa Marta. Fomos sempre mais fortes e penso que a vitória é inteiramente justa”, afirma, citado num comunicado.

O piloto de Baião realçou “o excelente trabalho” da equipa que lhe entregou sempre o Porsche “em perfeitas condições”, permitindo-o “andar a fundo e chegar assim à quinta vitória do ano”, triunfo que coloca Vítor Pascoal às portas do título nacional da categoria, dependendo apenas de si para rematar já esse objetivo na próxima prova do campeonato.

Foto: DR

“O nosso objetivo passa por tentar sempre rodar o mais perto possível dos protótipos e, quando as características das rampas nos permitem, mesmo no meio deles. Em Santa Marta, não deu para mais, com os cinco protótipos a reservarem os cinco lugares da frente e ainda enfrentamos o Luís Nunes, com o Skoda Fabia, em grande forma, perdendo para ele o sexto lugar, tendo ficado à nossa frente por apenas 77 milésimas. Parabéns ao Luís”, comentou.

Nos dias 16 e 17 de julho, o piloto vai até à mítica Montanha do Caramulo, selar as contas do título na prova organizada pelo Targa Clube, sendo este “um momento de grande simbolismo pois foi nesta serra que Vítor Pascoal se estreou nas lides da Montanha”.