A Unidade Familiar de Baião (USF) e a Associação Empresarial de Baião (AEB) estão a promover uma recolha de bens essenciais para os refugiados ucranianos, “que neste momento estão, na sua maioria, concentrados na Polónia”.

Em parceria com os Bombeiros Voluntários de Baião, os Bombeiros Voluntários de Santa Marinha do Zêzere e as diversas juntas de freguesia, a iniciativa pretende fazer chegar aos refugiados “produtos mais específicos que, muitas vezes, não nos lembramos, como leite em pó, fraldas e produtos de higiene,  tendo em conta que a maior parte dos refugiados são mulheres e crianças”, salienta Maria Miguel, presidente da AEB, que alerta também para a recolha de “ração para os animais, uma vez que muitas pessoas levaram consigo os animais de estimação”.

A associação de farmácias encontra-se a agilizar junto da sua rede uma entrega de medicamentos, “mas muitos estão sujeitos a receita médica”. Por isso, Maria Miguel apela ainda às pessoas que têm em casa medicamentos que não precisam ou com uma validade curta, que os entreguem “para que se façam chegar de uma forma mais célere a quem realmente precisa”.

Os bens podem ser entregues na junta de freguesia ou na corporação dos bombeiros parceiros da iniciativa, num horário mais alargado. A recolha será feita depois pela organização e entregue no Seminário Cristo Rei, em Vila Nova de Gaia.

A doação de bens poderá ser feita até domingo, dia 6 de março, para “no início da próxima semana seguir num camião para a Polónia carregado com bens essenciais”. Haverá depois uma segunda fase da recolha “para as pessoas que tencionam continuar a contribuir”.