A igreja matriz de Santa Marinha do Zêzere, no concelho de Baião, está a ser alvo de uma intervenção de conservação e restauro, no âmbito de uma candidatura da Câmara Municipal de Baião a fundos comunitários, nomeadamente ao eixo Património Cultural.

Esta requalificação deste Monumento de Interesse Público tem o objetivo de “melhorar as condições de utilização da igreja por parte da comunidade, assim como valorizar o património cultural e artístico”, inserindo-se na estratégia de promoção e atração de visitas ao território.

Esta requalificação ascende a um valor global de 362 mil euros, com uma comparticipação de 15% por parte da autarquia. Este valor inclui a intervenção no órgão de tubos, que representa um investimento de 114 mil euros.

O Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, destacou“a importante articulação e colaboração da Direção Regional de Cultura do Norte no sentido da apresentação de uma candidatura sólida a fundos comunitários. Este investimento vai reabilitar um imóvel que está classificado como Monumento de Interesse Público e que possui características singulares, no nosso concelho e região. É um local de culto, mas possui diversos aspetos de grande riqueza artística, com principal realce para as pinturas do teto e para o órgão de tubos, que são um testemunho da pujança e dinâmica histórica e económica de Santa Marinha do Zêzere”.

O autarca recordou ainda que este projeto “insere-se também numa visão mais vasta de promoção em rede do património concelhio e que poderá complementar a programação cultural do Mosteiro de Ancede, uma vez que em Ancede temos o medieval e Românico e em Santa Marinha do Zêzere temos o barroco”.

A intervenção vai contemplar trabalhos de construção civil e de eletricidade, entre eles revisão da cobertura, rebocos interiores, substituição de portas e pinturas. Serão feitas correções na rede elétrica e beneficiada a iluminação do altar e da nave e coro. Irão ser, ainda, restaurados os retábulos e vários elementos decorativos do interior da igreja, nomeadamente as pinturas que compõem o teto.