Realizou-se este fim de semana, entre os dias 10, 11 e 12 de junho, a Feira Agro Douro Verde, no Mosteiro de Santo André de Ancede, em Baião. O vereador com o pelouro dos Assuntos Económicos, José Lima Soares, manifestou-se “feliz pelo sucesso deste certame” e garantiu a realização de mais edições no futuro.

“A reação que tive, tanto dos expositores, como dos criadores e produtores é que, apesar de ter sido a primeira edição, estava bem organizado e houve muita adesão do público”, afirmou, citado numa nota da autarquia.

Este “não foi apenas um evento gastronómico, pois revestiu-se de uma importância enorme para o setor primário”, uma vez que foi debatido “o seu estado atual e as oportunidades futuras”.

“Superamos as expetativas que tínhamos para este certame e ficou provado mais uma vez que Baião sabe receber e tem capacidade para organizar eventos desta dimensão, por isso, temos a certeza de que o Agro Douro Verde irá ter mais edições no futuro”, continuou.

Foto: Município de Baião

O presidente da União de Freguesias de Ancede e Ribadouro, Daniel Guedes, estava “orgulhoso por este evento fantástico que trouxe tanta gente”. “Estivemos todos empenhados para que isto corresse pelo melhor e foi o que aconteceu. Em todas as vertentes, não tenho dúvidas que foi uma organização muito bem-sucedida e sei que nos próximos anos será ainda melhor”, garantiu.

A Feira AGRO Douro Verde foi organizada pela Câmara Municipal de Baião, em parceria com a Dolmen – Desenvolvimento Local e Regional, Crl, no âmbito do Projeto “Produtos que Marcam (as) Gentes”, inserido na EEC PROVERE “Turismo para Todos”. Contou ainda com o apoio da União de Freguesias de Ancede e Ribadouro, da EPAMAC, do Clube de Caçadores de Baião, da Associação de Caçadores e Pescadores de Ovil e Loivos do Monte, da Associação de Caçadores, Pescadores e Proprietários de Ribadouro, da ANCRA – Associação Nacional de Criadores da Raça Arouquesa e da ACRIBAIMAR – Associação de Criadores de Gado de Baião e Marco de Canaveses.

Este certame realizou-se pela primeira vez e teve como propósitos, “para além da abordagem gastronómica, dar mais visibilidade aos produtores e produtos endógenos do território, assim como promover momentos de reflexão e de troca de experiências, com palestras dedicadas à vinha e ao vinho, à agropecuária e aos recursos cinegéticos, numa perspetiva de perceber os desafios e as oportunidades relacionados com estes setores de atividade”.

No sábado, dia 11 de junho, a secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira, marcou presença na Feira Agro Douro Verde, e participou numa reunião de trabalho com o executivo municipal, o presidente da Assembleia Municipal e com agentes de desenvolvimento locais e regionais.