Afonso Reis Cabral, escritor, foi designado esta sexta-feira, dia 25 de fevereiro, presidente da Fundação Eça de Queiroz, com sede em Tormes, no concelho de Baião. 

De acordo com informação divulgada pelo Jornal de Notícias, o escritor é trineto de Eça e vencedor dos prémios Leya e Saramago, estando ligado à Fundação Eça de Queiroz como administrador desde 2020. Assume o comando da fundação, que tem o desígnio principal de ser “o garante de um espólio literário e museológico ímpar que perpetua a memória material e imaterial de Eça de Queiroz”, em março. 

O JN refere ainda que o conselho de administração, composto por Ivone Abreu, José António Barros, José Luís Carneiro, Paula Carvalhal e Paulo Pereira, nomeou o escritor por considerar que este “reúne as condições de competência e experiência necessárias ao cargo, e por assegurar a manutenção de um membro da família à frente dos destinos da Fundação”.