A secretária de Estado da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, autorizou a ativação de um reforço máximo de 100 equipas de combate a incêndios, entre as 00h00 desta terça-feira, dia 10 de maio, e as 23h59 de 14 de maio, para fazer face ao agravamento do risco de incêndio rural.

A decisão resultou do pedido da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, que elevou o Estado de Alerta Especial do Dispositivo para o nível Amarelo, na sequência das previsões meteorológicas do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, indica um comunicado do Ministério da Administração Interna. Estarão em Alerta Amarelo os meios colocados nos distritos de Beja, Bragança, Castelo Branco, Faro, Guarda, Portalegre, Santarém, Vila Real e Viseu.

O Ministério da Administração Interna recomenda a todos os cidadãos “a adequação dos comportamentos face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução”.

O ministério indica que vai continuar “a acompanhar a situação em permanência” e vai tomar “as medidas que se revelem necessárias para acautelar a segurança das populações”.