O homem que baleou Cláudia Serra, na manhã de segunda-feira, dia 20 de junho, no Ramalhais, na freguesia de Soalhães, no concelho de Marco de Canaveses, ficou em prisão preventiva.

Recorde-se que o crime aconteceu na casa que ambos partilhavam, sendo que o alerta foi dado pelo filho de ambos, que acionou os meios de socorro.

Após a ocorrência, o homem fugiu e entregou-se na quarta-feira, dia 22 de junho, na GNR de Penafiel, tendo sido detido pela Polícia Judiciária. Foi presente esta quinta-feira, dia 23 de junho, ao juiz de instrução criminal do Tribunal de Penafiel, tendo ficado em prisão preventiva.