A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) através da sua Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal, apreendeu mais de 437 mil euros em produtos contrafeitos que se encontravam à venda nas redes sociais.

No âmbito de ações de fiscalização direcionadas ao comércio de produtos contrafeitos à venda através de canais digitais, nomeadamente, das redes sociais, foram fiscalizados mais de 20 operadores económicos que desenvolvem a sua atividade essencialmente através do comércio online.

De acordo com um comunicado da ASAE, foram instaurados 12 processos-crime por venda e ocultação de produtos e contrafação, imitação e uso ilegal de marca e foram também apreendidos cerca de 160 mil artigos diversos, designadamente vestuário e calçado, bem como as suas componentes de fabrico, num valor total aproximado que rondou os 437 mil euros.