Foram aprovados, no dia 1 de setembro, os contratos para o financiamento de 13 novas creches e berçários no concelho de Paços de Ferreira, no âmbito do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência.

O presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Humberto Brito, recebeu das mãos da ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, os diplomas referentes ao Programa de Requalificação e Alargamento da Rede Equipamentos Sociais destinado ao concelho.

Paços de Ferreira é o município português com “o maior número de candidaturas aprovadas”: 13 no total, que vão representar 536 novas vagas para bebés e crianças até aos três anos de idade, informa um comunicado da autarquia.

Foto: Município de Paços de Ferreira

A estas 13 novas creches e berçários junta-se ainda uma Estrutura Residencial Para Idosos, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário, uma Residência de Autonomização e Inclusão e mais três equipamentos de IPSS’s do concelho.

De seguida, vai decorrer a abertura dos concursos públicos para a construção destes novos espaços e a realização das respetivas obras, financiadas pelo PRR.

Foto: Município de Paços de Ferreira

Paços de Ferreira vai tornar-se, assim, “o primeiro concelho do país a ter oferta de creches e berçários para todos os bebés e crianças que aqui nasçam e residam”, sendo que estas novas creches e berçários vão ser gratuitas. Esta gratuitidade, que vai iniciar este ano para as crianças nascidas a partir de 1 de setembro de 2021, vai ser progressivamente alargada, até 2024, a todos os bebés e crianças.

As futuras creches e berçários, resultado da aprovação de todas as candidaturas apresentadas pelo município, vão ser instaladas nas seguintes freguesias: Paços de Ferreira, Freamunde, Carvalhosa, Lamoso, Arreigada, Ferreira, Frazão, Eiriz, Figueiró, Meixomil, Penamaior, Sanfins e Seroa.

Simultaneamente, vão também nascer duas novas creches e berçários, uma em Raimonda (da responsabilidade do Centro Social e Paroquial desta freguesia) e outra na Obra Social e Cultural Sílvia Cardoso.

Foto: Município de Paços de Ferreira