Anúncios

Festival da Cereja de Resende acontece online a partir desta sexta-feira

Ana Magalhães

20-05-2021

Além desta edição digital também será possível visitar fisicamente o festival, aos fins de semana e feriados, a partir de 29 de maio.

A partir desta sexta-feira, dia 21 de maio, o Município de Resende, os CTT - Correios de Portugal e o Dott lançam o Festival da Cereja de Resende, que este ano será realizado online e fisicamente aos fins de semana.

Depois de um ano sem se realizar, o Festival da Cereja regressa com a sua primeira edição online onde, durante dois meses, produtores locais disponibilizarão cerejas que estarão à venda na plataforma Dott e serão distribuídas pelos CTT. “É uma oportunidade única de todos adquirirem umas das mais afamadas cerejas do país, com portes gratuitos para encomendas de valor igual ou superior a 25 euros”, é descrito pela autarquia. Saiba como aceder ao Festival da Cereja de Resende aqui.

De acordo com a autarquia, “esta iniciativa segue as mais recentes tendências das transações comerciais, tendo por missão apoiar os produtores locais no escoamento dos seus produtos a nível nacional no atual contexto de pandemia COVID-19, que impediu a realização de mercados físicos e alterou os hábitos de consumo dos portugueses”.

Embora se trate da primeira edição online, esta é já a 19.ª vez que decorre o Festival da Cereja de Resende, uma iniciativa “de grande importância para a economia local que procura promover e valorizar um dos produtos de excelência do concelho, já que as cerejas de Resende são de facto as primeiras a surgirem em toda a Europa e reforçadas de inconfundíveis características nutritivas e gustativas”, foi destacado.

Além desta edição digital também será possível visitar fisicamente o festival, aos fins de semana e feriados, a partir de 29 de maio, entre as 10h00 e as 19h00. Os CTT são os responsáveis pelo processo de logística e distribuição dos produtos.

Os CTT, o Dott e a Câmara Municipal de Resende estão a implementar medidas de mitigação de contágio da COVID-19 “e a seguir todas as recomendações das autoridades competentes para a proteção dos colaboradores e clientes”, foi ainda referido. As três entidades apelam também ao seguimento das recomendações da Direção-Geral da Saúde, por forma a garantir a segurança de todos.