Na sessão de Assinatura do Auto de Consignação da Empreitada do IC35 entre Penafiel e Rans, que decorreu esta quinta-feira, dia 7 de julho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Penafiel, o presidente da autarquia, Antonino de Sousa, aproveitou a ocasião para relembrar à Infraestruturas de Portugal (IP) a importância da manutenção da EN106.

Após a construção do IC35, esta estrada, que liga Rans a Entre-os-Rios, “vai continuar a ser uma estrada de grande volume de trânsito”. Contudo, encontra-se “muito degradada. Era importante que a IP dedicasse alguma atenção àquela via”.

Falando aos jornalistas, o autarca disse esperar que o seu pedido seja atendido. “Fiz o pedido publicamente porque, por outras vias, já o fiz muitas vezes. É uma via muito importante e tem de ter condições de circulação e de segurança, com passeios, tem de ter as bermas devidamente tratadas e é preciso cuidar da sua manutenção”, disse.

Antonino de Sousa revelou ainda, na entrevista após a assinatura do auto de consignação, que vai “formalizar a disponibilidade da Câmara Municipal de Penafiel para assumir aquele troço da estrada nacional. Se a IP quiser desclassificar a EN106, estamos disponíveis para assumir aquele troço de estrada e cuidá-lo”, revelou.

Outra das obras “necessárias” realçadas pelo presidente da Câmara Municipal de Penafiel foi a construção de rotundas na saída da A4 que faz interseção com a variante à EN106, um local onde atualmente existe um cruzamento que “tem muita pressão de trânsito”. “A Câmara Municipal de Penafiel está disponível para assumir os custos financeiros da obra. Não queremos que nos paguem, queremos que nos permitam executá-la, porque ela é, de facto, muito importante”, disse.

O presidente considera “uma urgência muito grande resolver este problema. Não é uma obra de grande impacto financeiro e não implica expropriações nem grandes muros de suporte. É dentro do espaço que já existe e que já é rede viária. É necessário criar condições físicas para que ali se estabeleçam duas rotundas”, concluiu.