A partir desta quarta-feira, dia 4 de maio, a sexta-feira, dia 6, o município de Amarante e a Associação Salvador promovem a atividade “Ponha-se no nosso lugar”.

Esta atividade é realizada no âmbito do projeto “+Acesso para Todos”, com “o objetivo de sensibilizar para a acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência”, afirma um comunicado da autarquia.

“A falta de acessibilidades das pessoas com deficiência continua a ser um dos principais fatores de exclusão social. Queremos que Amarante seja um concelho inclusivo e nesse sentido estamos empenhados em conhecer todas as realidades de forma a colmatar quaisquer lacunas”, referiu Rita Marinho Batista, vereadora com o pelouro da Mobilidade.

A Associação Salvador vai identificar barreiras e reclamar melhores acessibilidades, com recurso à aplicação “+ Acesso Para Todos”. “Vamos dar uma volta pela cidade e sensibilizar os comerciantes. Lado a lado, a Associação Salvador e a Câmara Municipal de Amarante vão fazer um passeio por uma mudança efetiva na área das acessibilidades”, explica Joana Gorgueira, da Associação Salvador.

Os alunos do nono ano do Agrupamento de Escolas Teixeira de Pascoaes, da Escola Secundária de Amarante e do Colégio de São Gonçalo vão fazer um peddy paper entre a respetiva escola e o Parque Ribeirinho, identificando as barreiras arquitetónicas.

O projeto “+Acesso para Todos – Por comunidades mais inclusivas”, criado pela Associação Salvador, tem o município de Amarante como investidor social e tem como objetivo de “contribuir para um país mais acessível e para uma sociedade mais inclusiva”. Conta com o apoio da Portugal Inovação Social, através de Fundos da União Europeia (EU), nomeadamente pelo POISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, no âmbito do Portugal 2020, financiado pela EU através do FSE – Fundo Social Europeu.