“O Teatro vai à escola” é o nome da iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Amarante, em colaboração com a Filandorra – Teatro do Nordeste.

Com o objetivo de “sensibilizar os alunos para o teatro”, a iniciativa, de forma pedagógica e complementar à componente letiva, levará a palco obras que os alunos estão a estudar, “tornando a aprendizagem mais esclarecedora e enriquecedora”, frisa o município.

Os alunos do 9.º ao 11.º anos do Externato de Vila Meã vão assistir, no Cineteatro Raimundo Magalhães, à interpretação de três obras da dramaturgia de autores portugueses e nomes da Literatura Dramática Universal.

Dia 31 de janeiro, os 134 alunos do 9º. ano vão ver, às 10h30, a “Auto da Barca do Inferno”; e às 14h30, os 143 alunos do 10º. ano assistem a “Farsa de Inês Pereira”, ambos de Gil Vicente. A 15 de fevereiro, os 126 alunos do 11.º ano assistem à interpretação de “Frei Luís de Sousa”, de Almeida Garrett.

Estas apresentações inserem-se no protocolo de cooperação do município de Amarante com a Filandorra – Teatro do Nordeste, cujo âmbito de atuação assenta na divulgação de textos da dramaturgia nacional e mundial, junto dos alunos dos agrupamentos escolares.