O piloto de Amarante João Diogo Santos venceu, no passado fim de semana, o Campeonato Portugal Montanha 1300 M, na Rampa de Boticas, a última prova do calendário deste ano do Campeonato Portugal de Montanha.

“Estou muito satisfeito com a prestação nesta prova, que constitui um regresso às vitórias, depois do nosso título de 2019. Estive sempre muito concentrado e procurei ser competitivo em todos os momentos da prova, num traçado em que realizava a minha estreia. Ataquei bastante forte na subida oficial de sábado, cifrando logo aí uma margem que me permitiu controlar melhor a prova em si. Agradeço a toda a equipa por me ter proporcionado um carro fiável e competitivo, bem como a toda a família, em particular aos meus pais, e ainda aos nossos patrocinadores. Foi uma jornada memorável”, comentou, citado em comunicado.

Na primeira subida de treinos, o piloto assinou um crono de 3.19.087, à média de 92,40 km/h, e, na segunda subida, conseguiu recuperar, com 3.16.922, à média de 93,41, assegurando a liderança no Campeonato Portugal Montanha 1300 M.

Chegado à primeira subida oficial de prova, João Diogo Santos acabou por percorrer toda a extensão da Rampa de Boticas, em 3.14.789, à média de 94,44 km/h. Na manhã de domingo, logo na subida da warm up, o piloto fez um tempo de 3.17.407, à média de 93,18 km/h, para depois na derradeira subida de treinos fazer um tempo de 3.16.014, à média de 93,85 km/h. Na segunda subida oficial de prova, João Diogo Santos assinou um crono de 3.14.884, à média de 94,39 km/h. Já na derradeira subida oficial de prova, João Diogo Santos, acabou por fazer o seu melhor tempo de todo o fim de semana com 3.14.462, à média de 94,59.