No âmbito do Projeto de Recolha de Pilhas e Baterias dinamizado pelas escolas de Paredes, os alunos do concelho recolheram um total de 857,3 quilos de pilhas nos 33 estabelecimentos escolares aderentes.

A iniciativa foi iniciada no ano letivo anterior e os prémios foram atribuídos por tipo de estabelecimento, um para os jardins de infância, outro para as escolas básicas e outro para as básicas e secundárias, refere um comunicado da autarquia.

O Jardim de Infância da Pulgada, em Aguiar de Sousa, recolheu um total de 77.6kg e recebeu uma visita ao Parque Biológico de Gaia. A Escola Básica N.º 1 da Sobreira, obteve um total de 177.4kg e foi premiada com um apoio para a construção de uma horta pedagógica na escola. Por último, a Escola Básica e Secundária de Cristelo recebeu um Eco Kit para o projeto Eco-Escolas, pela recolha de 28.4kg de pilhas.

A entrega de prémios foi acompanhada pelos representantes da Ambisousa, parceira do projeto, Daniel Lamas e Bárbara Almeida, e pelos presidentes das Juntas de Freguesia de Aguiar de Sousa, Sobreira e Cristelo.

O vereador com o Pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Paredes, Francisco Leal, afirmou que esta “recolha foi um sucesso, os alunos envolveram-se de forma exemplar na recolha de quase uma tonelada de pilhas”. Se “não fosse esta iniciativa, o destino das pilhas seria o aterro”, assim, foi evitado que tenham “esse fim e que sejam reencaminhas para a reciclagem”: “prova de que os nossos alunos estão empenhados na defesa do ambiente”.

O Projeto de Recolha de Pilhas e Baterias nas Escolas pretende “eliminar estes resíduos dos locais menos próprios para a sua deposição no fecho do seu ciclo de uso, dando-lhes o encaminhamento correto de forma a evitar a poluição ambiental causada pelo derrame das substâncias químicas que estes equipamentos detêm no seu interior”.