A entidade pública Águas do Norte anunciou a criação de um novo serviço que realizará, através de meios móveis, o saneamento de águas residuais em locais sem uma rede fixa de recolha de resíduos, sendo que vai abranger também o concelho de Baião.  

Os utilizadores, domésticos e não domésticos, podem contratar serviços como a limpeza de fossas séticas, particulares ou coletivas e a sua recolha, transporte e encaminhamento para um local apropriado para o tratamento dos efluentes.

De acordo com a Câmara Municipal de Baião, “o serviço disponibilizado está em sintonia com as recomendações da Entidade Reguladora – ERSAR. Com este serviço inovador, a Águas do Norte pretende incrementar a disponibilidade do serviço prestado em todos os municípios que integram a referida parceria, com vantagens óbvias para as populações e para o meio ambiente”.

O serviço estará disponível para todos os habitantes do município de Baião e os interessados terão de celebrar um contrato com a Águas do Norte, solicitando depois adesão a este serviço de recolha móvel. “O cliente poderá usufruir durante um ano, e sem custos adicionais, de um serviço de recolha correspondente a quatro serviços de limpeza de fossas séticas”, foi explicado.

O pagamento do serviço será realizado de forma mensal, com uma estrutura de faturação semelhante à aplicada aos utilizadores servidos por rede fixa, o valor de faturação deste serviço  incidirá sobre 90 por cento do consumo de água. 

No caso de Baião o consumo médio na vertente de saneamento representa um custo

aproximado de 8,30 euros por mês, para os utilizadores domésticos (famílias) e de 23,33 euros por mês, para os utilizadores não domésticos (comércio/indústria e serviços).

Texto redigido com o apoio de Rui Pinto, aluno estagiário da Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro.