A Associação Desportiva e Cultural de Várzea do Douro (ADC Várzea do Douro) arrancou o campeonato da Divisão de Honra – Série 3 da Associação de Futebol do Porto com uma derrota por uma bola a zero frente ao CRCD Varziela.

Um resultado que não abala o objetivo de permanência do clube. “A nossa meta para esta época é conseguirmos manter-nos nesta divisão”, garante Augusto Silva, presidente da ADC Várzea do Douro.

Grande parte do plantel atual transita da época passada, assim como a equipa técnica liderada pelo treinador Paulo Vieira. Uma escolha que vai ao encontro do objetivo da direção “que pretende consolidar o trabalho feito até à data”.

Augusto Silva – Presidente

Ao nível das infraestruturas, Augusto Silva garante que são “razoáveis e adaptadas ao objetivo do clube”. O Estádio da Raposeira foi, recentemente, requalificado e inaugurado no dia 20 de março.

Dentro das quatro linhas o primeiro resultado foi negativo, mas Augusto Silva não tem dúvidas de que “jogadores e equipa técnica estão a dar tudo e a fazer o melhor possível. Mas isto ainda está a começar, há muitos jogos pela frente e no final é que se decide. Por agora, não tenho nada a apontar”.

A equipa técnica mantém-se quase a mesma, e o timoneiro Paulo Vieira continua nos comandos da ADC Várzea do Douro pela segunda época consecutiva. O campeonato já teve o pontapé de saída, no dia 11 de setembro, e com um sabor amargo. “O resultado não demonstra aquilo que foi a nossa exibição. O resultado mais justo seria o empate, mas os jogadores tiveram uma boa atitude, portaram-se bem”, frisa o treinador.

Paulo Vieira – Treinador
Augusto – Treinador Adjunto
João Vieira – Preparador Físico

A época está agora no início e para Paulo Vieira “há sempre coisas a melhorar. Mas estamos no caminho para isso e para garantir a permanência nesta divisão”.

Depois de duas subidas consecutivas e chegar à Divisão de Honra “com grande parte dos jogadores da segunda distrital e dos amadores, acho que não se pode exigir muito mais e acho que têm feito um bom trabalho”, acrescenta o técnico.

Nos jogos em casa, Paulo Vieira confessa que “gostaria que os adeptos aparecessem em massa no Estádio da Raposeira, porque são fundamentais para a motivação da equipa. Este grupo de trabalho merece e o clube também”, afirma.

Os adeptos presentes nos primeiros jogos “foram alguns”, mas o presidente da ADC Várzea do Douro quer ver “cada vez mais” ao longo da época. “O apoio à equipa é muito importante e dá mais ânimo aos jogadores”, frisa.

Conheça o plantel da época 2022/23

Com o apoio das empresas Pardais e Mocacar Automóveis

Casaca – Defesa Direito
Cristiano – Médio Centro
Damas – Avançado
Di Maria – Defesa Esquerdo
Fidalgo – Defesa Direito
Filipe – Defesa Esquerdo
Hugo Batista – Médio Centro
João Vieira – Médio Defensivo
Jorge – Defesa Central
Lisboa – Defesa Central
Madureira – Defesa Direito
Maior – Médio Centro
Marcos – Avançado
Murilo – Extremo
Pardal – Extremo
Pedro Bento – Avançado
Rafael – Guarda-Redes
Silva – Defesa Central
Vareira – Médio Centro
Zé Pedro – Extremo