Vila Boa do Bispo foi a freguesia que viu nascer o hóquei em patins no concelho de Marco de Canaveses e, por isso, a tradição no apoio à modalidade é mantida “pelas pessoas que gostam muito do hóquei”. Um apoio que se reflete nos jogos “com muita gente a preencher as bancadas”, garante o presidente do hóquei da Associação Cultural e Desportiva de Vila Boa do Bispo (ACD Vila Boa do Bispo), António Pinto.

No regresso à modalidade, há três anos, o clube deparou-se com “falta de atletas em alguns escalões”, levando ao encerramento dos mesmos. Neste momento, a ACD Vila Boa do Bispo tem escolinhas, benjamins, sub13 e sub-17, faltando os escalões de sub-15, sub-19 e sub-23. De acordo com o presidente, o objetivo passa por atingir, “dentro de dois a três anos, todos os escalões de formação”. A estratégia para cativar novos atletas começa pelos mais pequenos, “com as visitas aos infantários e escolas primárias, que temos vindo a fazer”, acrescenta.

Em contexto de pandemia, “cerca de 70 alunos” faziam parte das escolinhas e, para António Pinto, é uma estratégia para manter. “Tem de ser por aí, senão, não conseguimos manter todos os escalões”.

António Pinto – Presidente da Direção da ACD Vila Boa do Bispo

Apontando para o futuro, António Pinto revela os objetivos traçados para as equipas do escalão sénior. A equipa masculina encontra-se na Terceira Divisão Norte B do Campeonato de Portugal, e a meta passa por “subir para a segunda divisão. Se não conseguirmos, queremos tentar ficar nos lugares cimeiros da classificação. Este é o segundo com a mesma equipa base, o mesmo treinador e, portanto, tudo está a apontar para que se consiga esse objetivo”, frisa.

Já na equipa sénior feminina, “o objetivo ideal seria ir à segunda fase do campeonato nacional e tentar, mais uma vez, atingir a final four da Taça de Portugal, que não atingimos o ano passado”, acrescenta o presidente.

Para esta época, as equipas encontram uma casa renovada e que tem contribuído para “trazer mais qualidade, sem dúvida”. O município investiu 300 mil euros na renovação do pavilhão desportivo de Vila Boa do Bispo, que envolveu um novo pavimento em madeira, uma nova iluminação LED, novo sistema de ventilação de ar, uma renovada rede de abastecimento de água, renovação de portas e janelas, novos tetos e renovação das paredes interiores e exteriores. “Estivemos a época passada sempre a jogar fora. Os seniores masculinos e femininos jogaram em Vila Boa de Quires, com todos os constrangimentos das deslocações e as equipas de formação estavam separadas, a jogar em Magrelos. Conseguimos ultrapassar e agora, na nossa casa, sem dúvida que é tudo diferente e para melhor”, garante.

Apesar das melhorias, António Pinto indica que persistem algumas dificuldades, “mas tem sido suficiente para manter o desporto. Está tudo pronto para se poder proporcionar bons jogos e bons espetáculos”, conclui.

Conheça as equipas do Vila Boa do Bispo

Escolinhas
Escolares
Benjamins
Equipa de Sub-13
Equipa de Sub-17
Equipa Feminina
Equipa Sénior