Durante o ano de 2021, os Bombeiros Voluntários de Baião e de Santa Marinha do Zêzere procederam à destruição de 429 ninhos de vespa velutina no concelho, uma ação acompanhada pelo Serviço Municipal de Proteção Civil de Baião.

De acordo com um comunicado da autarquia, estes trabalhos são realizados por “pessoal capacitado e protegido para o efeito, com equipamentos de proteção adequados, sendo asseguradas todas as medidas de segurança necessárias para evitar colocar em risco as populações”.

Devido a “um crescente número de ninhos de vespa velutina, ou asiática como é mais conhecida, no concelho de Baião e de forma a garantir uma resposta mais célere e eficiente ao problema”, a Câmara Municipal e as duas corporações de bombeiros do concelho realizaram um acordo, no qual passariam a ser estas as entidades as responsáveis e com competência para a eliminação destes ninhos.

Assim, a Câmara Municipal ficou responsável por gerir as denúncias recebidas pelos cidadãos, encaminhando-as às corporações de bombeiros para extermínio dos ninhos. As corporações recebem anualmente, por parte da autarquia, 10 mil euros para realizarem esta remoção de ninhos.

“Esta junção de esforços é muito positiva no combate a esta espécie, pois assim torna-se mais eficiente e mais rápida esta luta, por isso quero agradecer às duas corporações de bombeiros do nosso concelho todo o empenho e dedicação”, referiu o vice-presidente da Câmara Municipal de Baião, Filipe Fonseca, também responsável pelo pelouro da Proteção Civil.

A denúncia da existência de ninhos de vespa asiática deverá ser comunicada através de um dos seguintes meios: inserir/ georreferenciar a localização do ninho e preencher o formulário com informação sobre os mesmos, disponível no portal; deverá ser anexada, sempre que possível, uma fotografia da vespa ou do ninho, para possibilitar a sua identificação; as juntas de freguesia locais estão disponíveis para esclarecimentos e auxiliar os cidadãos no preenchimento dos dados na plataforma; qualquer informação, comunicada através dos meios atrás referidos, será encaminhada para a Câmara Municipal de Baião que dará o devido seguimento ao processo; e contactar a GNR, através da linha SOS Ambiente e Território (808 200 520).

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Baião também está disponível para esclarecer eventuais dúvidas que possam surgir no seguimento deste assunto, através do telefone 255 540 500 e/ou do e-mail: [email protected]

A vespa asiática, ou velutina, é uma vespa de grandes dimensões: as rainhas medem +/- 3 cm e as obreiras medem +/- 2,5 cm; a cabeça é preta com face laranja/amarelada; o corpo é castanho-escuro ou preto aveludado, delimitado, por uma faixa fina amarela e um único segmento abdominal amarelo-alaranjado e as pontas das patas amarelas. Constroem ninhos em forma redonda ou em pêra, com cerca de um metro de altura e 80 cm de diâmetro, principalmente em árvores com mais de cinco metros de altura, entre a folhagem. A entrada e saída dos ninhos é feita por um orifício lateral, por norma voltado a Este.

Esta vespa é essencialmente um predador de abelhas, mas, tal como a vespa europeia (vespa crabro), também se alimenta de uma grande variedade de outros insetos.