A partir deste sábado, dia 1 de outubro, e até ao final do mês, Penafiel recebe o concurso gastronómico “Petiscando”. A iniciativa foi apresentada esta sexta-feira, dia 30 de setembro, na Hamburgueria da Praça.

No total, são 13 os locais por onde pode passar nos próximos dias e provar alguns petiscos.

O primeiro petisco que serviu de mote a este concurso foram coxinhas e asinhas com molho de mostarda e mel.

O patamar “está mesmo cá em cima”, segundo referiu António Teixeira, júri residente do concurso e profissional na área de gestão de hotelaria e restauração há mais de 50 anos. Este júri residente vai ser um elemento “mais profissional” e que terá “uma ponderação maior no voto”, referiu o presidente da Associação Empresarial de Penafiel, Nuno Brochado.

“Para mim, é uma experiência em Penafiel muito, muito boa. É um prazer aqui estar”, disse o júri, defendendo a realização deste tipo de eventos. “Esta é uma das coisas que se deve fazer em toda a restauração, que é termos umas entradas boas para o cliente. Quando se senta na mesa, quer ter realmente uma coisa que está ali enquanto o prato se confeciona”, explicou.

“Foi um belo início” e que vai servir para “abrir o apetite para conhecer todos os outros”, afirmou o vice-presidente da Câmara Municipal de Penafiel, Pedro Cepeda.

“Penafiel afirma-se hoje já como um destino gastronómico. São cada vez mais aqueles que procuram o nosso concelho para usufruir das nossas paisagens, do nosso património histórico, mas também da nossa gastronomia”, sublinhou, destacando que esta iniciativa tem “essa mais-valia de dar a visibilidade também a novos projetos que, entretanto, vão surgindo, para que os penafidelenses, mas também aqueles que visitam, possam conhecer toda esta rede de restaurantes extraordinários”.

Nuno Brochado, presidente da Associação Empresarial de Penafiel, que promove o evento, explicou que a ideia surgiu “em plena pandemia”, quando era preciso “dinamizar este setor, que, na altura, estava muito afetado”.

“Estamos com um mês, dada a procura que também temos, dada também a disponibilidade que nós temos para preencher o roteiro completo, por isso, é uma aposta ganha. Porque nós, depois, também queremos é que este evento, após este período, perdure no tempo e que nós possamos também fazer o roteiro após este mês de evento”, continuou.

Uma das novidades da edição deste ano é a digitalização do Passaporte Gastronómico, que passa a ter uma aplicação móvel. Através da app, disponível a partir da meia-noite, vai ser possível ganhar prémios, colecionando selos digitais e avaliando os petiscos através da aplicação para telemóveis “Petiscando”.

A aplicação vai permitir que o cliente tenha acesso à informação de todos os estabelecimentos aderentes e respetivos petiscos e poderá, ainda, fazer a sua avaliação após provar o petisco, pois a validação é dada pelo próprio restaurante através do QR Code do estabelecimento.

O “desafio” para os estabelecimentos é o de “criar um petisco com o limite de cinco euros, que pode incluir ou não bebida”, deixando “à imaginação de cada participante porque isso também é o que está aqui em jogo”.

Além disso, também vai haver prémios “para quem participa, para quem cumpra o roteiro, para se habilitar a prémios também de alojamento, degustações no concelho”.