O Fundo Social de Baião atribuiu, em dezembro, apoios a nove famílias em situação de vulnerabilidade social.

Estes apoios representam um valor de cerca de 6.200 euros, instruídos pelo Gabinete de Apoio à Família (GAF) da Câmara Municipal de Baião e abrangem áreas como a comparticipação do pagamento de renda de casa e de outras despesas essenciais, incluindo medicação crónica, bem como a aquisição de próteses dentárias e de outros apoios enquadrados neste Programa de Apoio.

Desde o início de 2021 foram atribuídos 38 mil euros de apoio desta natureza a 34 agregados familiares, sendo que, sesde 2015, o Fundo Social apoiou mais de 220 agregados baionenses, num valor superior a 300 mil euros.

O Fundo Social de Baião é “uma resposta social que visa prestar apoio pontual e transitório a pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade, com o objetivo de contribuir para a melhoria das suas condições e qualidade de vida”, informa um comunicado da autarquia.

O Programa do Fundo Social de Baião permite comparticipações económicas em diversos domínios, como na aquisição de medicação crónica, no apoio excecional ao arrendamento habitacional, no apoio económico para obras de reabilitação e beneficiação habitacional, no apoio nos custos dos passes de transporte escolar, em material médico, entre outros apoios.

A autarquia informa ainda que o Gabinete de Apoio à Família possui também outras valências como a Linha Amiga, o Via Verde Família ou o Centro de Recursos de Apoio.

Podem ser obtidas mais informações sobre os apoios sociais da autarquia através do Gabinete de Apoio à Família, que se localiza na Rua Comandante Agatão Lança, nº 59, junto ao Posto da GNR, em Baião, e que se encontra aberto de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00. O atendimento presencial para instrução de processos faz-se à quarta-feira e o gabinete pode, ainda, ser contactado pelos telefones 255 541 390 / 912 032 722, ou através do e-mail [email protected]