A etapa 3 do Dakar 2022, que se realizou esta terça-feira, dia 4 de janeiro, correu “sem percalços de maior”.

“Enquanto que a segunda parte mais rápida pareceu mais fácil do ponto de vista técnico, as interações intermináveis podiam ter causado aos concorrentes erros e perder tempo fazendo inversões de marcha e encontrando seus rumos. A gestão adequada dos pneus foi crucial para terminar a maratona sem qualquer desagradável surpresa”, refere um comunicado.

Pedro Bianchi Prata referiu que “foi uma etapa mais curta, mas correu sem percalços de maior”. “A mota portou-se bem, já estão três etapas feitas, faltam nove, amanhã será um dia bastante decisivo e bastante difícil, por isso, estamos a preparar tudo bem para amanhã”, acrescentou.

“A etapa hoje foi muito gira, diverti-me imenso. Não houve quedas, nem percalços correu tudo lindamente. Obrigado a todos pelo apoio”, disse Arcélio Couto.

“Mais uma etapa concluída. Hoje com 250 quilómetros de ligação, mas correu tudo bem. Foi uma etapa limpinha, sem quedas e em segurança para concluirmos a prova”, comentou Paulo Oliveira.